Tipos de sais: sal de bambu vs sal do Himalaia

Sal de bambu vs sal do Himalaia

compartilhe esta postagem

Índice

Todos sabemos como o sal é importante para o bom funcionamento dos órgãos vitais do corpo. Ironicamente, somos enganados sobre muitos produtos e seus benefícios. O sal é um deles. Folheie qualquer revista de saúde e você ficará surpreso ao saber sobre a variedade de sais disponíveis e os inúmeros benefícios para a saúde que cada um deles afirma possuir.

Caminhe entre os corredores do supermercado e você ficará surpreso ao encontrar uma enorme variedade de sais bem alinhados nas prateleiras.

Os mercados estão cheios de diferentes tipos de sais. Cabe ao consumidor conhecer detalhadamente cada sal antes de adotá-lo para o uso diário. Tudo o que parece branco puro e não fica grudento não se qualifica para ser um bom sal.

O bom sal é repleto de todos os nutrientes benéficos necessários para o corpo humano. Chega aos seus consumidores na forma mais pura e natural.

Vamos falar sobre os dois sais que atualmente governam os mercados. sal de bambu e Sal do Himalaia .

Sal de bambu vs sal do Himalaia

Ambos os sais são antigos e estão em uso há muito tempo. Não seria errado dizer que eles foram reintroduzidos ao homem moderno, pois seus benefícios foram esquecidos há muito tempo.

O que é sal de bambu?

O sal de bambu data de 1000 anos atrás. Foi desenvolvido na Coréia pelo médico Kim II Hoon em colaboração com os monges. Desde então, o sal de bambu tem sido usado como remédio medicinal popular para várias doenças.

O Sal de Bambu é feito colocando sal marinho em caixas de bambu com três anos de crescimento.

O que é sal do Himalaia?

O sal rosa do Himalaia também é sal marinho, mas de uma forma diferente. É extraído à mão das minas de sal localizadas no sopé do grande Himalaia. Essas montanhas estão situadas em Punjab, uma província do Paquistão.

sal do Himalaia

As minas de sal do Himalaia são resultado da enorme evaporação do mar que ocorreu há milhões de anos. Por milhões de anos, esse sal permaneceu protegido por camadas de montanhas. Isso torna o sal do Himalaia o sal mais puro presente na terra.

Fonte

Curiosamente, ambos os sais são obtidos por procedimentos muito exclusivos.

O sal de bambu, também chamado Jukyeom, é preenchido nas caixas de bambu. Estas caixas são então seladas com argila amarela que é rica em minerais. As caixas de bambu são então colocadas em caixas de metal e aquecidas em uma fornalha que é alimentada por madeira de pinho. O processo leva cerca de 10 horas e a temperatura necessária varia de 1000c a 1300c.

O processo completo é repetido 3,6 ou 9 vezes, tornando o sal mais eficaz do ponto de vista médico. Nos tempos antigos, esse processo era feito apenas duas vezes, mas pesquisas provaram que carregá-lo mais vezes aumenta sua eficácia. A torrefação múltipla em alta temperatura ajuda na melhor amálgama dos nutrientes do bambu e da argila amarela e ajuda a eliminar as impurezas do sal marinho.

A eficácia médica do sal atinge seu pico quando é submetido ao processo 9 vezes. Depois disso, se for torrado, começa a perder sua eficácia. No ponto de pico, o sal de bambu é chamado de sal de bambu roxo por causa da tonalidade roxa que atinge com a torrefação em alta temperatura.

O sal do Himalaia é extraído à mão das minas de sal de khewra. Nenhum explosivo é usado no processo, garantindo que o sal permaneça puro. O procedimento de extração segue a técnica doom e pilar, garantindo que nenhum dano seja causado às minas de sal.

Os grandes pedaços de sal do Himalaia são fatiados, moldados e moídos conforme necessário.

Aparência e Perfil Nutricional

A pesquisa científica provou que o sal de bambu contém mais de 70 minerais. A razão por trás do perfil nutricional enriquecido do sal de bambu é a lixiviação de minerais dos troncos das árvores de bambu, da argila amarela e da resina de pinho.

Os principais componentes do sal de bambu são cálcio, fósforo, magnésio, ferro, manganês, cobre, potássio e zinco. Ao mesmo tempo, é rico em enxofre como resultado do tronco da árvore de bambu. Isso torna o sal de bambu um alimento altamente alcalino em comparação com todos os outros sais ácidos. Isso também torna o Bamboo Salt um ótimo neutralizador.

Outro fato interessante sobre o sal de bambu é que ele manifesta a energia dos cinco elementos básicos das matérias-primas e do processo de torrefação que sofre. Os detalhes dos elementos são:

Assando=Fogo

Argila amarela = Terra

Bandeja de metal = Metal

sal marinho = água

Bambu e pinheiro = Madeira

Por outro lado, o sal do Himalaia é rotulado como o sal milagroso devido à infinidade de benefícios para a saúde. ele detém. O sal do Himalaia é conhecido por conter até 84 minerais e oligoelementos.

É por causa desses minerais que este sal do Himalaia obtém seus tons únicos de rosa e laranja. Diz-se que o sal rosa tem o equilíbrio perfeito de sódio e potássio que complementa o bom funcionamento dos órgãos do corpo.

Benefícios

Benefícios do sal de bambu

  • O sal de bambu gera sulfeto de hidrogênio, que funciona como um antigástrico. Ele também tem efeitos fisiológicos que ajudam na redução da inflamação e hipertensão.
  • Melhora a sensibilidade à insulina.
  • Recomenda-se usar sal de bambu para a pele. Ele ajuda na remoção de células mortas da pele e lida com problemas de pele como acne e sardas. Por esta razão, o sabão de sal de bambu é comumente usado por aberrações de beleza.
  • O sal de bambu é usado para tratar a dor de garganta devido às suas propriedades anti-inflamatórias.
  • O sal de bambu desintoxica o corpo. Protege os vasos e células sanguíneas de bactérias e toxinas. Também aumenta a resistência aos antibióticos do corpo.
  • O sal de bambu atua como coagulador do sangue e ajuda a combater infecções bacterianas.

Benefícios do sal do Himalaia

  • O sal do Himalaia é conhecido por ser o melhor purificador de ar. Ele limpa o ar de poeira, caspa e poluentes.
  • O sal do Himalaia equilibra os abundantes íons positivos no ambiente, liberando íons negativos. Isso cria uma sensação de paz e serenidade.
  • O sal do Himalaia funciona como uma excelente cura para doenças respiratórias.
  • O elixir de sal do Himalaia é uma excelente maneira de compensar os eletrólitos perdidos do corpo.
  • sal de banho do Himalaia é melhor para a pele. Ele remove as células mortas da pele e dá à pele um brilho saudável.
  • O sal do Himalaia desintoxica o corpo de toxinas nocivas e rejuvenesce e revigora com energia.

Diferença de usos

Maneiras de usar o sal de bambu

  • Use sal de bambu para tratar cáries e dores de dente.
  • Aplique sal de bambu no couro cabeludo para tratar a perda de cabelo.
  • Use sal de bambu para reduzir o odor corporal.
  • Use sal de bambu para irrigação nasal.
  • Use sal de bambu para reduzir a dor nas articulações.
  • Use sal de bambu na pele para diminuir as condições da pele.

Maneiras de usar o sal do Himalaia

  • Use a sola de sal do Himalaia para colher uma infinidade de benefícios para a saúde.
  • Use lâmpadas de sal do Himalaia para limpar o ar de poluentes.
  • Use banhos de sal do Himalaia para relaxar, desintoxicar e rejuvenescer seu corpo.
  • Use inaladores de sal do Himalaia para tratar doenças respiratórias.
  • Use esfoliantes de sal do Himalaia para obter uma pele brilhante.
  • As lajes de sal do Himalaia podem ser usadas na cozinha como pratos para cozinhar e servir.
  • O teor de iodo do sal rosa do Himalaia ajuda a eliminar o bócio.
  • Tijolos e telhas de sal do Himalaia são usados em casas e spas para construir paredes de sal e salas de sal.

Resultado final

Ambos os sais são benéficos para a saúde humana. Cabe ao consumidor estudar e escolher o sal mais adequado para o uso diário.

Mais para explorar